domingo, 16 de maio de 2010

Virando na virada



Milhares de pessoas tomam o centro da cidade de São Paulo.

Dentre todas só você foi capaz despertar interesse em meus olhos.

Entre trocas de olhares e movimentos leves fomos nos aproximando, como se não houve ninguém ao nosso redor, ignorando aquela multidão de pessoas que esbarravam em nós.
Completamente juntos ficamos.

Um beijo, um toque, um suspiro...

Nessa noite minha cama está vazia e sente sua falta.

Você foi embora e eu nem pudi perguntar o seu nome!

Um comentário:

  1. Eita!
    Isso é o que eu chamo de viver intensamente!!!!!
    Certíssima!
    Um beijo!

    ResponderExcluir