segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Namorar, casar e engordar.


Foto: http://falandodeesporte.blogspot.com



Fato: Meu ex namorado (depois de 5 anos de término) casou-se com uma das garotas mais cobiçadas do bairro, isso seria ótimo pra ele caso ela não tivesse engordado significativamente cerca de 15 quilos após o casamento.

Não que eu tenha praguejado esta união, muito menos encomendado um preparado, até por que no fundo me sinto extremamente feliz por ter me livrado de uma situação similar.

O caso é que cheguei a cometer uma gafe perguntando:
“_Como vai o bebê?”

Após me recuperar dessa imensa vergonha e com tudo superado resolvi pesquisar, porque afinal homens e mulheres engordam após o matrimonial.

Será que o frango assado da esquina, o pão francês da padaria, o fast-food do shopping e a marmita do dia-a-dia ficam mais saborosos, após este evento fúnebre?

Uma pesquisa feita na Inglaterra, Estados Unidos e Brasil confirmam:
“_Homens e mulheres engordam para agradar uns aos outros com quitutes gordurosos.”

Ok. Então isso significa que agradar é também desagradar certo?

Ou será que alguém no mundo, ficaria feliz com tanto peso sobre peso?

Aposto que se as camas desses casais falassem, elas urrariam de dor.

E se o casamento engorda, os estudos também mostram que a separação emagrece, principalmente as mulheres.

Então me pergunto:
“_O que vale mais? Ser solteiro, magro e feliz? Ou casado, gordo e insatisfeito?”

Leia Mais…

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Sonho perdido ...



Qual menina ou mulher não suspirou fundo na década de 80 com as cenas quentes de Dirty Dancing?

Sua avó, sua mãe e até mesmo você, com certeza lembrarão-se da eterna “pegada” de Johnny Castle (personagem de Patrick Swayze),
do ensaio ao som de Loverboy, do banho no lago, da calça apertada, das mãos deslizantes (e que mãos) do olhar envolvente, dos suspiros, gestos, passos, do corpo suado... Jesus me abana! Quantos delírios, digo... momentos.

Posso jurar que toda vez que assisto a Ritmo Quente sinto cheiro dos meus estrógenos.

Meu principe encantado tinha nome e em minhas fantasias ele me tirava para dançar ao som de She´s Like the Wind.

E como a própria musica diz “ele é como o vento, que sacode a minha árvore”.

Mas infelismente, morre esta semana aos 57 anos o sonho romantico de muitas mulheres.
E por isso gostaria de deixar aqui registrada a minha mais sincera e profunda lamentação.

Que enfim The Ghost se profetize!

Leia Mais…

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Conto de fadas para mulheres do séc. 21

Foto:http://www.flickr.com/photos/gabbyfotografia



Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa independente e cheia de auto-estima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago ...

do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.

Então, a rã pulou para o seu colo e disse: - Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir um lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas, criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre...

E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava: - Nem fo...den...do!

Leia Mais…