terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Corpos Unidos



Nossos corpos estão tão unidos, que posso sentir as batidas do seu coração.

Nossa respiração confunde-se com a do outro…

Nossos movimentos são sincronizados. .. Indo e voltando… Para frente e para trás…

Às vezes pára, e então, quando nos cansamos da mesma posição, nos esforçamos para mudar, mesmo que seja só por pouco tempo.

O suor de nossos corpos começa a fluir sem que nada possamos fazer…

Um calor enorme parece que nos fará desmaiar…

Uma força ainda maior nos faz ficar ainda mais colados um ao outro e, quando não agüentamos mais segurar…

Uma voz ecoa em nossos ouvidos:

- Estação Sé, desembarque pelo lado esquerdo do trem!!


créditos da foto;
http://www.chriscraymer.com/romance/

Leia Mais…

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

A noite perfeita!



A noite foi perfeita por toda a expectativa que criei,
pelo tempo que esperei.
Perfeita porque, na verdade, não foi como planejei.

Eu me entreguei sem pensar, me entreguei por instinto.
Com você encontrei o melhor de mim.
Satisfação que não se compara, me ampara.

A noite foi tão perfeita que ainda agora sou capaz de sentir teu cheiro perfumando o quarto.
O silêncio, a dança, o abraço, a escolha, os detalhes...

A noite foi perfeita pela sensação do medo de arriscar e de perder.
A noite foi perfeita, perfeita!

Leia Mais…

domingo, 22 de novembro de 2009

Hedonismo



“Relaxe. Chegou a hora de trabalhar menos e realizar mais, de rejeitar o comodismo e os perigos da vida estruturada e adotar a sabedoria dos antigos gregos, de quem herdamos uma palavra que define esse jeito de encarar as coisas. Hedonismo.”


São com essas palavras que Michael Flocker, autor de Manual do Hedonista, dominando a esquecida arte do prazer, inicia a narrativa desse prazeroso livro.

Mas afinal de contas o que é hedonismo?

HEDONISMO 1) a doutrina que considera o prazer ou a felicidade como o único ou principal bem da vida; 2) estilo de vida de iluminação e gozo; 3) uma perspectiva muito agradável

Manual do hedonista é um guia indispensável para redescobrir as virtudes do vício em suas formas mais variadas, e pode ajudá-lo a se aproximar do lado bom dos sete pecados capitais.

Leia Mais…

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O Encontro

Foto: Ana Patricia Almeida



Finalmente aconteceu!
Nosso primeiro “encontro”, se assim podemos chamar.
Dias, semanas, meses já estávamos a trocar olhares. Eu na fila do caixa do banco, e ele no guichê 8.

Ali permaneci, na fila, ansiosa para ser atendida por ele – Fernando.

Nosso dia chegou! Eu a próxima a ser atendida e ele o primeiro caixa livre, via prazer em seu olhar ao apertar o botão que indicaria minha ida até o seu guichê. E assim aconteceu, até então tudo corria como o esperado:

- Bom dia, Fernando.
- Bom dia, Letícia (leu meu nome do cheque nominal que eu levava para descontar e pagar as contas do dia)?

Um calor intenso percorria o meu corpo, com um imenso sorriso ele olha nos meus olhos e diz:

- Até que enfim, eu consegui atende - lá, sempre te vejo na fila.
- Ah, serio?! Eu também já havia te notado. (risinho tímido)
- Te acho muito elegante, você sempre está com bolsas lindas!
- Obrigada! (reparou na minha bolsa?! Pêra aí, e minha bunda???)

Continuamos o papo, ele passava as minhas contas vagarosamente e me fitava com os olhos, já com o radar ligado, e negando até a morte qualquer possibilidade de um homossexualismos no ar.

Elogiou meu cabelo, meu esmalte e reparou nos meus sapatos!
Não encontrava mais aquele olhar que me “comia com os olhos”, sentia em sua fala outro sentimento: A INVEJA!

Impossível negar, era fato!
Sim! Ele era uma bixinha reprima e invejosa de baixo calão.

Custo acreditar que ele pediu o endereço do lugar onde eu comprava meus sapatos e se tinha números grandes!

Temo dizer que a profecia de Ewan Mc Greggor no filme Trainspotting está se confirmando: “Em 2015 o mundo será gay”.

Leia Mais…

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Academia nunca mais!

Eu nunca fui muito fã de academia.
Não é a toa que ganhei alguns quilinhos extras.

Fiquei feliz ao saber que um estudo realizado na Alemanha descobriu que um simples olhar para homens atléticos durante 10 minutos por dia equivale a ½ hora de exercícios aeróbicos.

Num curto espaço de tempo com este tipo de sessão terapêutica, as defesas aumentam, a pressão sanguínea diminue melharando a circulação.

Como consequência adquire-se um aspecto mais rejuvenescido.
Desde então tenho dedicado parte do meu tempo para terapias diárias.


Respiro fundo, relaxo, sento-me de maneira confortável e...












Leia Mais…

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Chupa que é de vulva!



Ontem assistindo o Jô Soares, encontrei essa figurinha hilária conhecida como Dada Coelho, irmã de Emmemeirejanes. Dada é uma mulher fantástica, sensual, divertida, naturalmente sexy, simpática, capaz de prender sua atenção por horas com sua inteligência dominante.

Para conhecer um pouco mais sobre esse trabalho maravilhoso acesse o blog: Tricortando com Dada.

O vídeo a seguir é um dos imperdíveis.
Ela dá dicas para mulheres independentes que que gostam de divertir-se sozinha (ou não). E chupa de que é de vulva.


Leia Mais…

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Ser criança é ser feliz.




Não tem coisa mais clichê do que gente grande nostálgica no dia das crianças. Acontece que relembrar e reviver a infância é algo do qual devíamos fazer com frequência, mas a correria do dia a dia não nos dá tempo.

Todas aquelas responsabilidade de adulto, vem junto com o tão sonhado 18 anos. O tempo passa em alta velocidade, ele atropela e nos deixa apenas com as marcas.

Ser criança é não ter medo do futuro, é desejar o amanhã apenas pela ansiedade de desfrutar daquela tão sonhada excursão da escola.

Enquanto hoje nos escondemos da chuva, ontem esperávamos alegremente por sua chegada. Quem não se divertiu debaixo de um cano (perco o post mas não perco a piada) ?

Quantos amigos inseparáveis não vemos a anos ?
É lembrando deles que compreendemos Vinicius de Moraes ao dizer: "Mas que seja eterno enquanto dure".

E se você nunca se apaixonou por um coleguinha de classe também está mentindo.
Bilhetinhos, cartas, beijos atrás da cantina, balas em troca de novos amigos.

Bem, nem tudo faz parte de minhas lembranças já que eu sempre fui a feinha do canto da sala. Nunca fui popular, mas minha maior vingança veio com a adolescência onde muitos deles caíram de queixo no chão por mim. Pé na bunda!

Enfim...
Na escola tive mais rivais de turma do que amigas de verdade.

O que eu mais gostava mesmo era sair da escola e chegar em casa sem obrigação nenhuma (a não ser o dever de casa) e assistir aos clássicos da TV: Chaves, Chapolin, Tv Colosso, Pica-Pau, Tom e Jerry, Powers Rangers, Cavaleiros do Zodíaco, Sessão da Tarde, Castelo Rá tin bum, Rá Tin Bum.

Tem gente que não acredita mas naquela época a Tv aberta ainda prestava.

E os brinquedos... nossa!!!
Não se fazem mais brinquedos como antes.
Minha mãe sempre prometia levar minhas bonecas ao hospital de bonecas.

Até hoje não descobri se esse hospital realmente existe, ou não.

Como eu gostava da Barbie! Tive tantas que nem me lembro o número exato.
Tenho uma cachorra (serial killer) que me acompanhou durante a infância e eu desconfio de que ela gostava de Barbies tanto quanto eu, já que em meio à minha caixa enorme de brinquedos a Barbie era sempre sua vítima.

Se eu fosse membro da politica determinaria que o brincar na rua seria permitido por lei, minhas melhores lembranças são mesmo com a vizinhança.

Se perguntar por mim, saberá que eu fui quem mais caiu de bicicleta e patins, mais chorou, mais brigou com a prima, mais andou pelas ruas despenteada em cima de uma vassoura cantando Bruxinha do trem da alegria (será que alguém mais gostava dessa musica tanto quanto eu ?)

O dia das crianças serve para que adultos possam voltar no tempo e fazer tudo aquilo que gostariam de fazer e não fazem mais.

O dia das crianças nada mais é do que uma máquina do tempo.

Passei o fim de semana inteiro me preparando para minha mudança, caixas, papéis antigos, roupas velhas etc e tal. Em meio a isso tudo achei um diário e tive a brilhante idéia de publicar algumas de minhas bobagens aqui.

Então se você teve a paciência de chegar até o fim desse post, não deixe de acompanhar os próximos.



Leia Mais…

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O namorado da minha amiga!

Foto:Borghetti



Sai atrasada de casa e isso já não é novidade e mesmo sendo parte de minha rotina, o atraso sempre me deixa com uma sensação de extremo desconforto.

Talvez (inconscientemente) eu o permito exatamente por isso: Pela adrenalina de viver sempre pelo ultimo instante.

É engraçado, mas por mais que eu me esforce o mundo parece conspirar contra mim.

É o ônibus que demora, o despertador que não me acorda, o cachorro que foge, a chave que eu perco com freqüência e até tirar uma nova cópia fico dependendo de terceiros que muitas vezes esquecem de mim (mais um dia trancada para dentro de minha própria casa). Enfim...

Peguei o ônibus como de costume e me sentei (sorte) bem no fundo ao lado de uma senhora qualquer. O ônibus foi enchendo, gente entrando e saindo bem como Deus determinou.

Eu estava lá, tristinha, desanimada e largada no banco do veiculo quando de repente vi entrar um homem lindo, do tipo ignorantemente lindo, sua beleza chegava a ser uma falta de educação e por incrível que pareça ele notou a garota de cara amarrada no fundo (eu) e alojou-se mesmo de pé bem pertinho pra que ela pudesse admirá-lo com facilidade.

Foi estranhamente intenso, trocamos muitos olhares e enquanto eu fazia charme, caras e bocas ele aproveitava para exibir sua virilidade e força, pegando nas barras de apoio com entusiasmo como se apertasse a minha própria cintura. Extasiante!

Enquanto isso eu rezava para que a fulana ali do lado levantasse pra ele sentar do meu lado.

Ele tem um estilo Bob Marley com Dred’s cumpridos, sua pele é clara como a luz, seu olhar penetrante, seus músculos são rígidos, sua mão grande é capaz de dar asas a qualquer imaginação feminina e tudo isso forma um conjunto perfeito pronto pro prazer.

Algo dentro de mim, me fazia acreditar que aquele rosto era muito familiar e cada minuto que se passava representava o tempo em anos de convivência. Muito mágico!

Infelizmente minha hora de descer chegou e eu não tive coragem de reagir. Enquanto ele me fitava com os olhos, num impulso saltei do ônibus como quem foge de um leão.

Ah! Isso não faz parte do meu eu.

Estou desolada desde então.

Ainda muito empolgada com toda a história, liguei pra uma amiga para contar os detalhes do que havia se passado: Onde ele havia subido, a cor e o tipo do cabelo, dos olhos, da boca, das mãos, o estilo, o livro que ele carregava... tudo.

Eu estava certa de que não havia me esquecido de nada quando ela conclui:

“O nome dele é Erick, e ele é meu namorado.”

Leia Mais…

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Dia das crianças na Blogosfera




Dia 12 está chegando e nada mais justo do que homenagearmos aquela fase da qual tanto sentimos saudade. O Blog Malvadas deu continuação a uma campanha bem interessante.


Dia 12 de Outubro, os blogueiros participantes vão dedicar um, ou mais posts para contar algo que aprontamos quando éramos crianças. Mas deverá ser algo que vale a pena lembrar.

Para saber mais sobre a campanha acesse: malvadas.org e Participe!

Leia Mais…

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Ele dá um show na hora de amar



Nunca tive algo contra o pagode, mas também nunca tive muito a favor... Até ontem.
Minha noite resume-se facilmente à : Lito – Nuwance.

O som que antes eu escutava somente nas baladas de pagode (que por sinal são sempre as melhores) passou a embalar o meu dia.

Com ele descobri o quanto eu gosto de pagode.

O cara tem um gingado no palco, um jeito de balançar, de quebrar e cantar e...

Penso que “ele dá um show na hora de amar.”

Não sei se é o jeito de olhar e não te ver, de sorrir e te fazer entender o porquê de estar ali.

“Meu bem! Quero o seu amor vem pra minha casa”.

Este com certeza é um show que eu indico para a mulherada.
Todo domingo no Salinas Bar.

E pra que fique claro o motivo deste post, segue video:



Leia Mais…

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Opinião da galera Twittana!



Eu não poderia deixar de comentar a alegria que sinto hoje.
Estou tão feliz, mas tão feliz que não estou cabendo em mim de tanta felicidade.

E tudo isso se deve ao fato de eu estar de mudanças.
Sim, eu vou me mudar! Que alegria.

Vou morar a 15minutos do local onde moro atualmente, o que importa neste momento é o meu bem estar, certo? O quê?

Você achou que eu ia falar das Olimpíadas?Oh não!
Eu não queria mesmo falar mas foi inevitável.
Tudo bem deixarei os bons comentários para jornais e revistas de amanhã, por que o mais interessante mesmo você encontrará no Twitter, TAG #RIO2016.

A galera é tão criativa, isso sim me deixa feliz.
Gostei Das sugestões que encontrei por lá.

Sabemos que a tradicional tocha olímpica é acesa no inicio das competições por atletas de todo o mundo. Aqui no Brasil pode ser diferente, já que o cara que mais entende disso chama-se Marcelo D2.

O Hino Nacional é tradição em toda abertura e nada mais glorioso do que prestigiar Vanusa cantando mais uma de suas versões nacionais.

Também ouvi dizer que a rocinha já está providenciando os fogos de artifício.
Que beleza! Todos parecem bem preocupados com a boa aparência do evento.

O presidente Lula avisou que a segurança ficará sob o comando do Capitão Nascimento e garantiu que episódios como o da operação Ônibus 174, não se repetirá.

Segundo Danilo Gentili, os coletes salva-vidas serão todos a prova de bala. Será?
Sinto-me bem menos preocupada agora.

A criançada brasileira também terá sua diversão garantida, por que terão vários senhores de bem distribuindo doces, balas, farinha e folha de bananeira.

Será que o Acre foi avisado?

E vamos comemorar porque isso tudo só acontecerá daqui a 6 anos.
Orgulho de ser Brasileira.

Leia Mais…

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Namorar, casar e engordar.


Foto: http://falandodeesporte.blogspot.com



Fato: Meu ex namorado (depois de 5 anos de término) casou-se com uma das garotas mais cobiçadas do bairro, isso seria ótimo pra ele caso ela não tivesse engordado significativamente cerca de 15 quilos após o casamento.

Não que eu tenha praguejado esta união, muito menos encomendado um preparado, até por que no fundo me sinto extremamente feliz por ter me livrado de uma situação similar.

O caso é que cheguei a cometer uma gafe perguntando:
“_Como vai o bebê?”

Após me recuperar dessa imensa vergonha e com tudo superado resolvi pesquisar, porque afinal homens e mulheres engordam após o matrimonial.

Será que o frango assado da esquina, o pão francês da padaria, o fast-food do shopping e a marmita do dia-a-dia ficam mais saborosos, após este evento fúnebre?

Uma pesquisa feita na Inglaterra, Estados Unidos e Brasil confirmam:
“_Homens e mulheres engordam para agradar uns aos outros com quitutes gordurosos.”

Ok. Então isso significa que agradar é também desagradar certo?

Ou será que alguém no mundo, ficaria feliz com tanto peso sobre peso?

Aposto que se as camas desses casais falassem, elas urrariam de dor.

E se o casamento engorda, os estudos também mostram que a separação emagrece, principalmente as mulheres.

Então me pergunto:
“_O que vale mais? Ser solteiro, magro e feliz? Ou casado, gordo e insatisfeito?”

Leia Mais…

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Sonho perdido ...



Qual menina ou mulher não suspirou fundo na década de 80 com as cenas quentes de Dirty Dancing?

Sua avó, sua mãe e até mesmo você, com certeza lembrarão-se da eterna “pegada” de Johnny Castle (personagem de Patrick Swayze),
do ensaio ao som de Loverboy, do banho no lago, da calça apertada, das mãos deslizantes (e que mãos) do olhar envolvente, dos suspiros, gestos, passos, do corpo suado... Jesus me abana! Quantos delírios, digo... momentos.

Posso jurar que toda vez que assisto a Ritmo Quente sinto cheiro dos meus estrógenos.

Meu principe encantado tinha nome e em minhas fantasias ele me tirava para dançar ao som de She´s Like the Wind.

E como a própria musica diz “ele é como o vento, que sacode a minha árvore”.

Mas infelismente, morre esta semana aos 57 anos o sonho romantico de muitas mulheres.
E por isso gostaria de deixar aqui registrada a minha mais sincera e profunda lamentação.

Que enfim The Ghost se profetize!

Leia Mais…

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Conto de fadas para mulheres do séc. 21

Foto:http://www.flickr.com/photos/gabbyfotografia



Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa independente e cheia de auto-estima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago ...

do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.

Então, a rã pulou para o seu colo e disse: - Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir um lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas, criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre...

E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava: - Nem fo...den...do!

Leia Mais…