terça-feira, 27 de maio de 2008

O mundo dá voltas

Acordei cedo (quase cedo) para trabalhar.
Meu corpo levantou-se da cama mas minha mente ainda estava lá.
Algo me dizia que a semana iria começar com uma segunda. (Parece óbvio, mas não é).
No meu dicionário, segunda-feira é sinonimo de: cansaço dobrado, preguiça, dia ruim, mal-humor, azar, aula de metodologia cientifica (nada agradável), sono o dia todo (comum em todos os dias da semana), estresse, mal-estar, baixo-estima e bla bla blá.

Mas hoje eu senti um algo a mais, por que alem de ser segunda-feira hoje já é dia 26/05, final de mês. Isso significa que já não tenho dinheiro e que todos os trabalhos para conclusão do semestre na faculdade estão com o prazo de entrega quase expirando e eu... bom eu até que me esforço para não me contagiar com o vírus do mal-humor.

Difícil, muito difícil!

Segui rumo ao banheiro, ainda em estado de transe quando um tropeção me obrigou a acordar. Olhei para o espelho:
_Droga! Mais um dia está começando.
Não! Eu não sou louca, apenas gosto de conversar com o espelho.

Abri a torneira e joguei no rosto aquela água gelada e pronto!
Eu sabia que o café preto completaria a ultima etapa do processo de despertar.
Atrasada como sempre, sai de casa sem conferir pela sétima vez se tudo (que me é ou não necessário) estava na bolsa.

Fone no ouvido, musica alta e bom humor.
Foi assim que me apresentei ao sol esta manhã. Que dia lindo! (E eu indo trabalhar)
Peguei o ônibus lotado de sempre, com as mesmas pessoas de sempre e algumas exceções.
Sem passar a catraca, localizei alguém com cara de "vou descer em breve" me instalei ao seu lado.
Carrego duas bolsas e elas pesam.
O cobrador notará meu sofrimento e gentilmente ofereceu-se para pendura-las no braço de seu banco. Eu aceitei!

Dificilmente erro, mas o fulano que estava sentado demorou-se a levantar e eu fiquei lá de pé, curtindo um som e me equilibrando sobre o salto.
Eu senti um olhar estranho e constante sobre mim.
Sim era o cobrador, eu não havia notado que o ser casado estava tentando flertar com minha pessoa.

Agora, imagine se eu iria ficar olhando e reparando no cobrador do ônibus.
Até que ele era bonitinho (rsrsrs) mas ainda era cobrador e casado.
Fingi não perceber, olhei pro outro lado, disfarcei , mas não teve jeito o cara parecia persistente.
Então eu ignorei, virei a cara e esqueci que ele existia.

Aquela figura não iria fazer parte do meu dia.
Ele me encomodou tanto que resolvi finalmente passar a catraca e me esconder em algum canto no fundo do ônibus. Bati a mão no bolso (onde costumo deixar o bilhete unico minutos antes de pegar a condução) e nada. De repente o ser ao meu lado levantou e eu mais do que rapidamente sentei, peguei a bolsa e revirei-a em busca do meu bilhete.

O cobrador observava. (Maldito, ele sabia o que estava acontecendo).
Eu não costumo andar com dinheiro na carteira (então por favor não me assaltem) e também não estava com o bilhete.
Pensei: "E agora ? Esnobei o cara e ainda vou ter que pedir carona pra descer sem pagar".

Eu não tinha saida, então sorri, olhei pra ele com cara de pessoa agradável e joguei-lhe todo o charme do mundo (como se eu pudesse faze-lo) e disse:
_Desculpe, mas eu esqueci meu bilhete e estou sem 1 real na carteira, posso descer pela porta da frente ? (Ai que ódio de mim mesma).

Sem pestanejar ele disse que sim e sorriu com cara de deboche.
Que mico! Cuspi pra cima e senti minha testa molhando.
É... o meu dia estava apenas começando.

Horóscopo do dia:

"Não se engane, se o dia está ruim preocupe-se por que ele pode piorar"

Sem comentários.

Leia Mais…

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Revoltada? Jamais!




Meu computador está marcando 00:45 agora e eu me sinto completamente quebrada.
Posso dizer até que já não me sinto mais.
Minhas costas estão arrebentadas, os meus pulsos encontram-se num estado lastimável e me corroem de tanta dor.
É como se eu tivesse tido uma noite inteira e longa de sexo selvagem, daqueles que te jogam na parede e te chamam lagartixa.
Nada disso!(Antes fosse).

Acabo de encerrar uma operação de trabalho que me custou horas e horas deste prolongado fim de semana.
Enquanto uns viajam, outros saem e curtem a vida doidado eu estou aqui:
Plantada em uma cadeira mega desconfortável, frente a um monitor que (neste exato momento) brilha mais que um raio solar e tremendo de frio.

Quer saber ? Eu odeio quando eu me interesso por algo que ninguém mais se interessa, Eu podia estar tranquila agora, na minha cama, dormindo.
Eu podia ter tomado o meu precioso e relaxante banho, eu podia ter jantado mas preferi abdicar de todas essas "futilidades" para me dedicar a um trabalho que teoricamente deveria ser feito em grupo.

Se eu estou revoltada ? Claro que não!
Tentar concluir um trabalho que teve em seu cronograma três meses para conclusão em 4 dias não é em hipótese alguma estressante, muito pelo contrário eu me sinto bem agora.
Apesar de não ter terminado, apesar de ter feito inúmeras ligações sem sucesso, apesar de ter aguardado respostas e tomar vários "chás de cadeira"... eu me sinto bem, não poderia estar melhor.

Ainda consegui encontrar um tempo para falar deste momento feliz em meu blog, isso é no mínimo inácreditável.
Mas é fato que aprendi muito sobre html e Css nesse fim de semana, aprendi sobre relacionamentos e decepções também e isso me consola.
MUUUUUUUUUUUITOOOO...

Quer esquecer algo em sua vida ?
Trabalhe!

Isso mesmo trabalhe, trabalhe muito.
Dedique-se totalemnte a uma coisa que lhe tras dor de cabeça, lhe comove e interessa de verdade. De preferência, que seja algo em benefício próprio.

Obrigada a todos que de alguma forma colaboraram: famila, amigos... e só.

Ao ex que me acompanhou (online) nesse periodo árduo de minha vida:
NÃO! NAO! NÃO!
Rsrsrsrs

Incrivél como as coisas acontecem em nossas vidas.

Aos integrantes do grupo: Valeu pela falta de interesse.

Leia Mais…

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Mulher para ele


Depois de um bom tempo dizendo que eu era a mulher da vida dele, um belo dia eu recebo um e-mail dizendo: “olha, não dá mais”.
Tá certo que a gente tava quase se matando e que o namoro já tinha acabado mesmo, mas não se termina nenhuma história de amor (e eu ainda o amava muito) com um e-mail, não é mesmo?

Liguei pra tentar conversar e terminar tudo decentemente e ele respondeu: “mas agora eu to comendo um lanche com amigos”.

Enfim, fiquei pra morrer algumas semanas até que decidi que precisava ser uma mulher melhor para ele. Quem sabe eu ficando mais bonita,mais equilibrada ou mais inteligente, ele não volta pra mim?



Foi assim que me matriculei simultaneamente numa academia de ginástica, num centro budista e em um curso de cinema. Nos meses que se seguiram eu me tornei dos seres mais malhados,calmos, espiritualizados e cinéfilos do planeta.


E sabe o que aconteceu? Nada, absolutamente nada, ele continuou não lembrando que eu existia. Aí achei que isso não podia ficar assim, de jeito nenhum, eu precisava ser ainda melhor pra ele, sim, ele tinha que voltar pra mim de qualquer jeito.

Decidi ser uma mulher mais feliz, afinal, quando você é feliz com você mesma, você não põe toda a sua felicidade no outro e tudo fica mais leve.

Pra isso, larguei de vez a propaganda, que eu não suportava mais, e resolvi me empenhar na carreira de escritora, participei de vários livros,terminei meu próprio livro, ganhei novas colunas em revistas,quintupliquei o número de leitores do meu site e nada aconteceu.

Mas eu sou taurina com ascendente em áries, lua em gêmeos e filha única! Eu não desisto fácil assim de um amor, e então resolvi que eu tinha que ser uma super ultra mulher para ele, só assim ele voltaria pra mim.
Foi então que passei 35 dias na Europa, exclusivamente em minha companhia, conhecendo lugares geniais, controlando meu pânico em estar sozinha e longe de casa, me tornando mais culta e vivida. Voltei de viagem e tchân, tchân, tchân, tchân: nem sinal de vida.


Comecei um documentário com um grande amigo, aprendi a fazer strip,cortei meu cabelo 145 vezes, aumentei a terapia, li mais uns 30 livros, ajudei os pobres, rezei pra Santo Antonio umas 1.000 vezes, torrei no sol, fiz milhares de cursos de roteiro, astrologia e história, aprendi a nadar, me apaixonei por praia, comprei todas as roupas mais lindas de Paris.


Como última cartada para ser a melhor mulher do planeta, eu resolvi ir morar sozinha. Aluguei um apartamento charmoso, decorei tudo brilhantemente, chamei amigos para a inauguração, servi bom vinho e comidinhas feitas, claro, por mim, que também finalmente aprendi a cozinhar. Resultado disso tudo: silêncio absoluto.

O tempo passou, eu continuei acordando e indo dormir todos os dias querendo ser mais feliz para ele, mais bonita para ele, mais mulher para ele. Até que algo sensacional aconteceu.

Um belo dia eu acordei tão bonita, tão feliz, tão realizada, tão mulher, que eu acabei me tornando mulher demais para ele.
Ele quem mesmo?





Por: Martha Medeiros
www.assumidas.blogspot.com

Leia Mais…

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Seduzindo você mesma


As vezes você acorda, olha no espelho e diz:
_ Nooooossa, que estrago!
Ou ainda:
_ Quero voltar pra cama.
Ou pioooor:
_ Queria que o mundo acabasse.
Ou qualquer outra coisa do gênero e então eu lhe digo:
_ Não seja rídicula, Deus lhe fez perfeita, linda e sensual pode acreditar.
Aprenda que ninguém deve ser melhor do que você.
Todos temos qualidades, apaixone-se por você mesma antes de tudo.
Então levante essa auto-estima e repita para si mesma no espelho pela manhã:
_ Gostosa, hoje você acordou para arrasar com todos que tentar lhe derrubar.
E faça!
Dito isso ligue o som na altura que lhe convém e coloque aquela musica que lhe excita, que lhe dá prazer e te faz fantasiar as mais assustadoras e surpreendentes situações.






Dance, mostre a mulher fatal que existe em você. Nada de musicas deprê, daquelas que você lembra do ex que se foi, do amigo indeciso, da sua cachorrinha que morreu, das pessoas que sentes saudades... nada disso!




Segue algumas dicas de musicas que lhe fazem sentir a "Toda Poderosa"


  • Madona com Like a virgem e também Erótica

  • Destiny's Child com Survivor

  • Kylie Minogue em 2 hearts.


Mas atenção: Não procure saber a tradução de nenhuma delas, por enquanto que você ainda não está preparada.

Aproveite a boa energia dessas musicas e vá até o guarda roupas, escolha uma peça que lhe deixa a vontade, que valorize o seu corpo (e é possível mesmo que com alguns quilinhos a mais desde que você tenha "simancol").
Vista-se como se alguém estivesse observando este momento.
Sinta toda a sua sensualidade florescer na pele, no sorriso e no bom humor.





Sim, sorria! Sorria muito, sorria sempre!















Ao sair de casa, ande como se estivesse flutuando, desfile como a Gisele Bundchen, as pessoas reparam, as pessoas sentem que você está de bem com a vida e te admiram por isso.


Evite frases do tipo "Você engordou ?" ou "O que fez com seu cabelo?", evite pessoas mal-humoradas, seja lá qual for o motivo você não precisa de mal-humor.
Olhe sempre nos olhos de quem conversa com você, seja receptiva e esbanje a sua felicidade.



Ainda sente-se carente ?

Ligue para aquele seu "P.A." ( + sobre P.A.) e fale de sacanagens pra ele que com certeza irá retribuir e isso lhe fará sentir-se ainda mais poderosa do que antes.
Passe pelo seu ex como se não o visse (e não o veja), seja superior.
Com tudo você vai entender que agindo dessa forma estará expirando o ar de uma mulher decidida, atraente e envolvente.
Isso faz com que as pessoas notem a sua presença e desejem tê-la sempre por perto.
Fica ainda melhor quando você percebe que aqueles que antes lhe esnobavam, sentem como se tivessem perdido algo de muito importante e é ai que você irá se deliciar. Neste caso o veneno tem um sabor mais que doce.

Leia Mais…

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Na balada . . .



Como sempre... sair com essa galerinha é Mega bom!!!
Visual novo na balada é mega sucesso, mas ser exigente demais, cansa qualquer beleza.
(Miguxas, senti muita falta de vocês mas sei que haverão próximas oportunidades.)

A balada estava bombando, gente bonita, musica boa, muuuuuuita musica boa, amigos, conhecidos, gente diferente, convidados vips, não faltou quase nada.
Até que... nossa eu vi o cara mais lindo da balada.
O cara era lindooooo demais, chegava a ser uma falta de educação da parte dele ser provido de tanta beleza.
As meninas jah estavam todas numa boa mas eu, eu queria saber mais sobre aquele cara ali parado na balada, de blazer, calça jeans e tênis; fisico espetacular,mãos cruzadas cara de mal, não se movia nem mesmo um cm para dançar ao embalo da musica que era realmente empolgante. Esquisito não ?
Pior é que ao lado dele existiam mais 4 figuras parecidas, na mesma posição, nem mais nem menos. Maaaas reparei que entre eles haviam os tais "convidados vips".
PQP o cara era segurança.
E era mesmo (digo ainda eh), tive a oportunidade de conhecer o tal do convidado que a propósito era super bacana mas não posso revelar a sua identidade, pois os seguranças dele muito provavelmente me caçariam (jah não sei se isso seria uma má idéia, ser çacada por 5 homens bons ? Hummmm).
Mas havia um em especial que mexeu mesmo comigo.
Ele era tudo, peeeeensa num trem bão ?
Ele era melhor que isso benhê!
Conversa vai, conversa vem (com o tal convidado) e eu lhe pergunto:
_ Teu segurança beija na boca em horário de serviço ?
Sei que fui um tanto abusada mas eu PRECISAVA fazer aquela pergunta (já imaginava a resposta), mas eu sabia que se eu não a fizesse, perderia algumas horas de sono (desnecessárias) pensando no que podia ter acontecido caso eu a fizesse então.... FIZ!!!

E claro... como vocês já imaginam levei um fora, não do segurança pq este ainda me deixou na expectativa (já conto por que) mas do primo mais velho do garoto que eu conversava, que tb era convidado vip e achou melhor não pq afinal o cara tava em horário de serviço.
PQP .... no meio no meio no meio, que cara chato!
Aposto que ele estava com inveja.

Como toda mulher depois de um fora, fingi que nada tinha acontecido e extravasei na balada, dancei muito e acabei com os meus pobres pés, enquanto minhas amigas se esbaldavam de uma outra maneira.

No final da balada, para minha surpresa sou abordada pelo garoto vip novamente que me diz ao pé do ouvido:
_ Olha, o meu segurança está a trabalho hj mas pediu para te avisar que amanhã ele tah de folga e se você estiver afim ele te liga para combinar alguma coisa.
Claro que eu dei risada, acha que o cara ia me ligar no dia de folga dele ?
Quanta importância neh ?
Mas num é que o garoto conseguiu me convencer disso ?
E claaaaaaaaaro que eu dei meu telefone.

Mas me diz vc: Ele te ligou ?
Pq pra mim também não.

Agora estou eu aqui as 02:29 de seg e nada... absolutamente nada!
Me pergunto:

Por que se pede o telefone de alguém cujo você não tem intenções de ligar ?

Não consigo compreender!!!

Leia Mais…